Player

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

LUCAS 18:7

E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?

LUCAS 18:7

MEDITAÇÃO: Quantas vezes você já clamou ao teu Deus? Quantas necessidades você já apresentou diante do Seu Altar? Quantas intercessões? Muitas já foram respondidas, outras, porém, aguardam o tempo que Deus estabelece (Eclesiastes 3:1). Glórias a Deus que nos tem fortalecido em meio à busca que exercemos e nos honrado em meio à fé que Nele depositamos. Não desista de orar, clame com mais intensidade para que o Pai te responda e te revele coisas profundas que ainda não sabes (Jeremias 33:3). Às vezes parece que Deus se cala; parece que nossa oração e nosso clamor não passam do teto; a impressão que se tem é que o céu tornou-se bronze e nesta hora, muitos acabam sucumbindo e permitindo que o acusador promova uma garimpagem em sua vida a ponto de se convencerem que Deus não os ama mais, que Deus os esqueceu. Levante a cabeça, adore ao Deus da tua salvação, pois aquele que prometeu é fiel para cumprir e ainda que muitos mensageiros do desânimo insistam em te empurrar para o campo da incredulidade, perguntando a você: Onde está o teu Deus nessa hora? Com fé e firmeza responda: EU TENHO PROMESSA DE DEUS!  E ainda que muitos a tenham por tardia, Eu sei que meu redentor vive e é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se (II Pedro 3:9).Não tire o seu olhar do alvo (Cristo), persevere, milite a boa milícia da fé e use as armas que o Senhor te deu para que possas cantar o hino da vitória.

ORAÇÃO: Amado Senhor, eu sei que tu estás comigo, posso sentir a tua presença e confio plenamente em tuas promessas. Fortaleça-me em tempos de tribulação e me conceda a graça de continuar marchando rumo ao alvo pré-estabelecido por Ti para a minha vida. Obrigado pela tua palavra que me conforta e me faz triunfar em meio à prova. Graças dou por tudo, em nome de Jesus, Amém.


Sem comentários:

Publicar um comentário