Player

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

PROVÉRBIOS 4:18

Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.

PROVÉRBIOS 4:18

MEDITAÇÃO: Tornar-se justo é impossível por mérito próprio afinal, quem nos justifica é o Nosso Senhor que irá nos permitir quando quisermos,  trilhar por caminhos de justiça. Existem várias características que revelam um justo: A ausência de avareza é uma delas (Salmos 37:21); o justo confia plenamente em Deus e em sua provisão (Salmos 37:25); tudo o que um justo fala é proveitoso e edificante (Provérbios 10:11); não há lugar para mentiras no coração do justo (Provérbios 13:5); o brilho de Deus em um justo resplandecerá eternamente ( Mateus 13:43); o escudo do justo é a fé e por ela ele trilha seu caminho louvando e agradando ao seu Senhor (Romanos 1:17). Todos esses atributos inerentes ao justo, são de certa forma crescente e aperfeiçoada pela graça que emana de Deus para os seus filhos. É como diz o versículo acima, essa vereda “Caminho estreito” difícil de trilhar, é comparada a luz da aurora que brilha, brilha até ser dia perfeito. No evangelho de Mateus está escrito assim: E assim brilhe a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus (Mateus 5:16). Você nasceu para brilhar, sim, brilhar não para si, mas para Deus que te fez segundo a sua imagem e semelhança. O teu brilho deve glorificar o nome Dele principalmente quando se trata de fazermos à diferença em meio a uma geração perversa e corrompida. Ao obedecermos a sua instrução, optamos por renunciar os desejos da carne que nos condicionaria a viver segundo o curso desta vida e resolvemos resplandecer como luzeiros para esse mundo (Filipenses 2:15). Deus nos fez como espetáculo para o mundo afim de que o mundo contemple em nós a agir do Senhor e converta-se a Ele (I Coríntios 4:9).

ORAÇÃO: Senhor Deus e Pai, obrigado por me justificar e me conduzir a caminhos de obediência que redundem na glorificação do teu nome. Reconheço Senhor que às vezes tenho falhado no tocante a entender que minha luz jamais brilharia sem que o brilho viesse de ti. Que eu me humilhe mais e mais ao perceber que vidas estão se rendendo a ti por intermédio do brilho que tens colocado em mim. Como é bom te servir e conseguir agradar o teu coração que é Santo, Rei meu e Deus meu... Amém.

Sem comentários:

Publicar um comentário