Player

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

II CORÍNTIOS 4:8



Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados;

II CORÍNTIOS 4:8
 
MEDITAÇÃO:
 Quando passamos a experimentar a presença de Cristo e o seu poder em nossa vida, absolutamente nenhuma aflição, perturbação, enfermidade, decepção ou tragédia provocará a nossa derrota espiritual (Romanos 8:35,39). Quando as circunstâncias exteriores se tornam insuportáveis e nossos recursos humanos se esgotam, Deus passa então a liberar sobre nós os “seus” recursos para aumentar e desenvolver nossa fé, esperança e força (I Coríntios 10:13). Ainda que situações de tribulação façam com que a angústia venha bater á nossa porta, é nessa hora que deveremos clamar ao Senhor que prontamente nos livrará (Salmos 50:15). A perplexidade tem sido uma constante nos últimos dias, notícias das mais absurdas, o amor esfriando, o caos se instalando, depressão dominando e a impressão de que Deus não está nem aí, passa a ser uma constante em todas as pessoas que permitem que a incredulidade os domine, porém, lembro-me da resposta de Cristo à sua mãe naquela festa de casamento onde Maria dizia: Eles não têm mais vinho (alegria) e o Nosso Senhor Responde: Mulher ainda não chegou minha hora (João 2:3,4). Certamente quando nós como igreja do Senhor nesta terra começarmos a clamar, receberemos uma força celestial que nos animará e toda a possibilidade de desânimo será banida do nosso meio. Anima-te, pois e fortalece o teu coração, Jesus é contigo.

Oração:
Senhor Deus e Pai dá-me sensibilidade para discernir quando estou sendo provado por ti para que o equilíbrio vindo do Senhor me domine e consequentemente não venha a murmurar mas sim, fazer a tua vontade. Sei que todas as coisas cooperam para o meu bem, pois eu te amo e jamais abrirei mão de te servir de todo o  meu coração. Enche-me da tua presença desde agora e para sempre, Amém.

Sem comentários:

Publicar um comentário